terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Parabéns Peter Gordeno !

E os Parabéns de hoje vai para Peter Gordeno, que completa em 20 de fevereiro, mais um ano de vida !




Peter Gordeno (20 de fevereiro de 1964) é um compositor, produtor britânico e músico, que está como integrante de apoio nas turnês do Depeche Mode desde 1998. 

Ele executa partes de teclado no lugar do Alan Wilder, bem como vocais de apoio ocasionais e baixo. 

Ele e Andrew Phillpott tocaram como músicos de apoio, junto com Martin L. Gore na sua turnê chamada "A Night with Martin L. Gore" em 2003.

Seu pai era o coreógrafo e dançarino Peter Gordeno. A mãe dele é Angela Wallace. Ele também tem um irmão e uma irmã.

Ele tem sido creditado desde o início da década de 1990, por escrever, tocar instrumentos, produzir e fornecer backing vocals em vários singles e álbuns completos de uma série de artistas da cena pop.

Ele foi o líder musical na faixa "Miss Sarajevo" do projeto "Songs from Last Century" de George Michael. 

Mas, para a Depeche Mode Brasil, será sempre nosso integrante de apoio ao lado do baterista Christian Eigner, fazendo o DM, uma banda mais orgânica !

Parabéns Peter !

Faith & Devotion !!!

JeanBong13

História Do Depeche Mode : Dreaming Of Me (Single)

Hoje na história do Depeche Mode (20 de fevereiro de 1981):
Data de lançamento do single de Dreaming Of Me, no Reino Unido.
"Dreaming of Me" é o primeiro single do Depeche Mode. 
Foi gravado no Blackwing Studios e originalmente lançado em 20 de fevereiro de 1981 no Reino Unido.
Não foi lançado comercialmente nos Estados Unidos.
Quando esse single saiu, eles não tinham o álbum Speak & Spell ainda.
Existem duas versões dessa música, uma que tem um final e a alternativa, que não tem.
3:46 (single version) e 4:03 (no-fade/album version)
A versão que "no fade/album version" faz parte da remasterização do álbum Speak & Spell, lançado na Europa.
Quanto a outra versão, (single version) está na edição americana de "Speak & Spell" e em qualquer outra compilação.
É uma música que fala sobre sonhar consigo mesmo, em termos de recordações e compara essa ação a passagem de um filme.
Isso pode ser creditado a paixão que Vince Clarke tem por fotografia e equipamentos de filmagem.
Devido a uma colocação ruim nas paradas no Reino Unido (nº 57), "Dreaming of Me" não apareceu originalmente em Speak and Spell, mas apareceu no relançado do CD como uma faixa bônus.
No lançamento americano, "Dreaming of Me" estava originalmente no álbum, no lugar da música "Sometimes I Wish I Was Dead".
No relançamento remasterizado mundial, ela foi incluída no final do álbum, com a versão inglesa precedendo-a.
O seu lado B, "Ice Machine", é bem creditado pela banda; tanto que foi incluída sendo executada ao vivo como lado B novamente, no single "Blasphemous Rumours".
Vince Clarke compôs ambas as faixas do single.
Exatamente 30 anos depois que "Dreaming of Me" foi lançado pela primeira vez no Reino Unido, uma ação flash mob tentou empurrar a faixa de volta para as paradas baixando-a online. A ação falhou, exceto na Alemanha, onde a faixa entrou nas paradas de singles pela primeira vez no número 45 dando à banda sua 47ª entrada nas paradas.







Primeiro single do Depeche Mode.
(e não saiu na época em formato 12'', apenas em formato 7'' mesmo.)
Agora, com o relançamento dos boxes de 12'' dos albuns, transformaram o 7'' num 12''.

Fonte : Wikipédia - Adaptação de texto : JeanBong13
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Hublot faz parceria com Depeche Mode para o Spirit of Big Bang “Memento Mori”.

A banda inglesa Depeche Mode tem uma parceria de longa data com a Hublot, unindo-se para criar relógios de edição limitada vendidos para apoiar várias boas causas, incluindo a sensibilização do público e fundos para esforços ambientais e humanitários. A colaboração deles começou há 14 anos com uma série de relógios com mostradores exclusivos que refletem os álbuns da banda.

Agora, com o Depeche Mode lançando seu último álbum, esta colaboração clássica está de volta. A última oferta da Hublot é o Spirit of the Big Bang Depeche Mode, apresentando um tema de caveira em homenagem ao último álbum da banda, Memento Mori.

Uma fase da lua interessante

Embora o motivo da caveira seja um tema comum em relógios, o Big Bang Depeche Mode consegue distinguir-se com uma história de fundo mais genuína.

A banda já havia entrado em um hiato, mas quebrou o silêncio no ano passado com o lançamento do novo álbum “Memento Mori” e uma turnê, em parte em homenagem ao falecimento de um de seus integrantes. A banda já havia planejado o álbum “Memento Mori” e o trágico incidente solidificou sua determinação de concretizar o álbum como um lembrete para as pessoas viverem a vida ao máximo.

Deixando de lado a história de fundo, falando objetivamente sobre a qualidade inerente do relógio, há uma característica louvável: a colaboração é executada de maneira criteriosa e com boa continuidade. Há catorze anos, a primeira edição colaborativa também foi baseada num álbum, com os temas do álbum retratados no mostrador. A caveira do relógio mais recente segue esta tradição. Além disso, o relógio apresenta tachas pretas na luneta, que também é um motivo encontrado repetidamente em edições colaborativas anteriores, como o Big Bang Depeche Mode com cronógrafo.




Talvez o aspecto mais intrigante seja a execução do mostrador, que é feito de forma criativa com marcadores em forma de pirâmide que ecoam a luneta em forma de prego. Mais importante ainda, o crânio possui mini contas que fluem conforme você move o pulso.

Cerâmica toda preta

Outra característica notável deste relógio é sua paleta totalmente preta. No entanto, a estética totalmente preta da Hublot parece particularmente especial em comparação com as ofertas de outras marcas porque foi uma das marcas originais a tornar tal paleta popular. O Big Bang All Black foi um grande sucesso quando foi lançado em 2006 e teve um impacto significativo no mercado.

Hublot Spirit Of Big Bang Depeche Mode

Movimento: HUB1710; automático; 50 horas de reserva de energia

Funções: Horas, minutos e segundos

Caixa: 42 mm x 13,8 mm; cerâmica preta; resistente à água até 100 m

Correia: Pulseira de borracha preta com fivela de cerâmica e uma pulseira adicional de tecido preto

Edição limitada: 100 peças

Preço: US$ 34.100 

Preço : US$ 3.345

Cada uma das 100 peças desta edição limitada virá em uma caixa especial contendo uma surpresa maravilhosa: um single em vinil de 10” de Wagging Tongue do Depeche Mode, disponível apenas como parte deste pacote e produzido com energia verde e PVC reciclado!




Fontes : https://revolutionwatch.com/hublot-depeche-mode-spirit-of-big-bang-memento-mori/

https://www.instagram.com/reel/C3iUIUgtyli/

https://www.hublot.com/en-int/news/hublot-spirit-of-big-bang-depeche-mode?country=BR

Idéia do Texto : Daniel Cassus.

Lançamento para fãs nível : top plus mega ricos !

Faith & Devotion !!!

JeanBong13

sábado, 17 de fevereiro de 2024

2010 - 02 - 17 : Royal Albert Hall - Londres - Depeche Mode & Alan Wilder !

Foi um dia de muita emoção para os fãs presentes no show e que entrou para a História da banda.


No dia 17/02/2010, no Royal Albert Hall, Alan Wilder voltava ao palco junto com o Depeche Mode para interpretar 'Somebody'.

Este foi um show especial para o "Teenage Cancer Trust" (Fundação de Caridade que Roger Daltrey - do The Who ajuda).

Aliás diga-se de passagem, o Depeche Mode conseguiu levantar uma boa quantia em dinheiro para a entidade.

Alguns músicos adicionais tocaram cordas em One Caress, Home e Come Back. 

(Esta foi a última vez que Come Back foi tocada ao vivo.)

 

Brat escreveu em seu diário da tour :

O show começou com a banda de abertura The Horrors. Antes do Depeche Mode subir ao palco, Roger Daltrey (do The Who) entrou e falou elogios para o Depeche Mode, mostrou um curta-metragem sobre o Teenage Cancer Trust e, em seguida, apresentou o Depeche Mode com estas palavras: "Cada década lança seus ícones, e alguns deles resistem ao teste do tempo melhor do que outros. Estes estão em alta hoje como sempre. Por favor, dê as boas-vindas ao Depeche Mode!"

A multidão estava pronta para um show lendário, e a banda não decepcionou. Os gritos dos fãs quando a seção de cordas estava sendo montada foram quase ensurdecedores. A participação do público (e da banda) no final de Home foi ótima.

Quando Alan entrou no palco, no entanto. Foi uma combinação de choque, alegria e lágrimas em toda a multidão. As pessoas ficaram praticamente sem palavras, e foi incrível. Se isso não bastasse, a banda tocou Photographic logo depois!

No aftershow, foi literalmente um "Quem é Quem" da História do Depeche Mode.

A maior parte da Mute Records estava na casa, assim como Ben Hillier, Flood, o lendário JD Fanger, Anton Corbijn e quase todos os membros da família da banda.

Uma ótima noite. Uma grande causa. Um grande momento na História do Depeche Mode.


Alan escreveu no Recoil.co.uk no dia seguinte:

Dave me contatou algumas semanas atrás e perguntou se eu estaria disposto a me juntar a eles no palco. Ele me garantiu que todos na banda estavam nessa ideia. Fiquei muito feliz em aceitar, especialmente porque foi tudo por uma boa causa e estávamos muito atrasados ​​para algum tipo de reunião desse tipo. Foi ótimo ver todo mundo de novo e conversar um pouco, e também foi a primeira vez que eu realmente 'vi' o Depeche Mode se apresentar!

 

Dave Gahan em 2012:

Foi ótimo [ter] [Alan] saindo com a gente por alguns dias e tocando com a gente no Albert Hall. Foi realmente muito divertido e uma espécie de noite mágica. Foi ótimo. Arrecadamos muito dinheiro também para um fundo do Teenage Cancer Trust que Roger Daltrey monta todos os anos. Isso foi realmente ótimo, e ter Alan lá no palco assistindo ele…

 

Martin Gore disse que foi ele quem perguntou a Alan:

Não estávamos em contato com [Vince Clarke ou Alan Wilder]. Perto do final da última turnê, perguntei a Alan se ele subiria ao palco do Royal Albert Hall de Londres e ele concordou. Parecia natural perguntar a ele.


Setlist:

In Chains

Wrong

Hole To Feed

Walking In My Shoes

It's No Good

A Question Of Time

Precious

World In My Eyes

One Caress (Martin)

Home (Martin)

Come Back

Policy Of Truth

In Your Room

I Feel You

Enjoy The Silence

Never Let Me Down Again

Somebody (Martin with Alan Wilder on piano)

Stripped

Photographic 

Personal Jesus

Aqui, o vídeo do ensaio deles : https://www.youtube.com/watch?v=eheap5Ntbc4

E existe uma versão bem interessante da hora do show, no youtube : https://youtu.be/HRknOGPwwVc

O Set List :


A capa do cd, da série "Live Here Now" :



Merchandising :

Royal Albert Hall :

Excelente surpresa, excelente show !


Obrigado Enock pela imagem do poster, a minha estava péssima.
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2024

Memento Mori White Label Remix Series : My Favourite Stranger (Remixes) será lançado em 23 de fevereiro.

O quarto vinil da série de remixes do Memento Mori White Label, será My Favourite Stranger (Remixes) e sairá em 23 de fevereiro de 2024.


Estas edições limitadas de 12” são numeradas individualmente e EXCLUSIVAS para a loja on-line do Depeche Mode.

Pré Venda aqui : 

https://depechemodeuk.store/products/my-favourite-stranger-remixes-exclusive-12-vinyl

Edição em disco de vinil preto de 45 RPM, capa simples vazada com 2 adesivos (1 na frente, 1 no verso), com capa de papel protetor.

Tracklist:

SIDE A

My Favourite Stranger (Boris Brejcha Remix)

SIDE AA

My Favourite Stranger (Ela Minus Remix)

My Favourite Stranger (Long Island Sound Remix)

Mais uma edição com qualidade ruim, capas vazadas e preços absurdos.

Edições Limitadas para desespero dos fãs.

E dizem que deve sair em março outro 12'' para as faixas "Before We Drow" / "People Are Good".

Faith & Devotion !!!

JeanBong13

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

História Do Depeche Mode : I Feel You (Single)

Hoje na História do Depeche Mode (15 de fevereiro de 1993):
Data de lançamento do single de I Feel You, no Reino Unido.











É o 27º single do Depeche Mode e o primeiro para a divulgação do album Songs Of Faith & Devotion.
A canção alcançou o oitavo lugar na Uk Singles Chart e também ficou em primeiro lugar e número três nas paradas modern rock tracks e Hot Dance Club Play dos EUA, respectivamente. 
Foi o single mais alto da banda em todo o mundo. 
A canção é ostensivamente sobre a "conexão" entre dois indivíduos.
A faixa demonstra um som mais para o rock, usando mais instrumentos não eletrônicos do que nunca. 
Por exemplo, Alan Wilder toca bateria, e Martin Gore toca guitarra, mas com sons eletrônicos ainda incluídos. 
A versão 7'' de  I Feel You é a mesma da versão do álbum. 
The Throb Mix é uma versão 12'' mas com letras incompletas. 
Uma parte do Swamp Mix; é usado como um interlúdio no álbum Songs of Faith and Devotion entre Get Right With Me e Rush, isso também foi usado na introdução para os arranjos ao vivo de I Feel You que foram tocados durante suas turnês Devotional E Summer Tour.
Na capa de "I Feel You", há quatro símbolos, cada um representando um integrante. 
Existe um número no canto de cada símbolo, que é a data de nascimento do integrante da banda, ou você pode combinar os símbolos com os símbolos na capa de Songs of Faith and Devotion, que se sobrepõem a uma imagem do membro da banda.
O B-Side é "One Caress", que é uma faixa vocal de Martin de Songs of Faith and Devotion. 
Nos EUA, Sire / Reprise lançou "One Caress" como single só para promoção. 
Uma cópia promocional tem a versão original, e a outra tem a versão de Songs of Faith e Devotion Live. 
Não há remix para essa música.
O vídeo de I Feel You tem a participação da modelo e atriz inglesa Lysette Anthony e foi dirigido por Anton Corbijn e também foi indicado para o MTV Music Awards em 03 de setembro de 1993.
Há também um videoclipe para "One Caress", dirigido por Kevin Kerslake, que foi filmado durante um dos dias de folga da Turnê Devotional nos EUA. 
Foi um vídeo só para promoção que foi lançado mais tarde no The Videos 86>98. 
Antes de sua inclusão em The Videos 86>98, o videoclipe de "One Caress" era frequentemente transmitido no bloco de vídeos De Rock Alternativo da MTV 120 Minutes e Sky-1.

Faith & Devotion !!! 
JeanBong13

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2024

Parabéns Daniel Miller !!!

Parabéns Daniel Miller !!!
Daniel Otto Joachim Miller (nascido em 14 de fevereiro de 1951, em Marylebone, Londres) é um produtor musical britânico e fundador da Mute Records.
Além de bandas como The Normal, Silicon Teens, Duet Emmo, produziu e remixou muitos outros.
Faz também seus "Dj's Sets". Em 19 de março de 2010, em Berlin, ao lado de Gareth Jones, fez um especialmente para o album "Construction Time Again" do Depeche Mode.









Uma das pessoas mais importantes para o Depeche Mode estar com sua carreira estabelecida e com muito sucesso !
Montagem de Fotos em Preto E Branco :  Depeche Mode Europe (Dica da) : Veronica Bussadori

Faith & Devotion !!!
JeanBong13

terça-feira, 13 de fevereiro de 2024

História Do Depeche Mode : Everything Counts '89 (Single)

Hoje na História do Depeche Mode (13 de fevereiro de 1989):
Data de lançamento do single de Everything Counts, no Reino Unido.






Durante a Music For The Masses Tour, a banda usou Everything Counts como o bis final e em 1989, a canção seria relançada como single em forma "ao vivo", para promover o álbum 101.
Todas as faixas ao vivo foram gravadas em 18 de junho de 1988 no Pasadena Rose Bowl durante a apresentação final da Music for the Masses Tour.
Esta versão é famosa pela gravação da multidão continuando a cantar o refrão muito depois que a música parou.
As faixas do single, são o complemento do vinil. (Faixas que não entraram no vinil : Nothing, Sacred, A Question Of Lust).
Mas que na época, eram exclusivas para o formato cd.
E também foi a primeira vez que o Depeche Mode lançou um formato em vinil limitado e numerado de 10''.
No single, inclui o Bomb The Bass Mix de Everything Counts por Tim Simenon e Mark Saunders. 
Everything Counts (Live), o vídeo foi dirigido por D.A. Pennebaker.
O vídeo não inclui apenas partes da apresentação ao vivo, mas contém várias referências ao dinheiro feito a partir de mercadorias e vendas de ingressos no concerto, bem-humorado, ligado ao tema da canção de corrupção e ganância.




Faith & Devotion !!!
JeanBong13