segunda-feira, 20 de maio de 2024

A Depeche Mode Brasil reza e pede pelos amigos do Rio Grande do Sul...

Que tenham fé e esperança para todos aqueles que precisam de um milagre em suas vidas.

Às vezes o rumo das nossas vidas podem não estar da forma que gostaríamos.

Deparamos com obstáculos, pedras no caminho e decepções.

Quando tudo parece um tormento e as noites frias e escuras parecem assustadoras, rezem, jamais percam a fé.

As dificuldades vão passar, acreditem.

Dias melhores chegarão ao encontro de vocês.

Estou torcendo por vocês !

Links de como você pode ajudar o RS :


O Instituto Vakinha, o Pretinho Básico e o Badin Colono se juntaram para criar a maior campanha solidária do Rio Grande do Sul. 

Vamos arrecadar fundos para ajudar as famílias, escolas, abrigos e entidades assistenciais que sofreram com as chuvas fortes.

Faça a sua doação agora mesmo e ajude a fazer história junto conosco! 

Portal de Transparência das doações :

https://vakinha.org.br/sos-enchentes-2024

e o link com as principais informações do governo :

https://sosenchentes.rs.gov.br/inicial

Com o coração apertado pelas notícias, mas rezando e torcendo por dias melhores e pela recuperação de todos do Rio Grande do Sul !


Faith & Devotion !!!

JeanBong13

Parabéns Anton Corbijn !!!

Hoje quem completa mais um ano, é o Anton Corbijn !
Responsável pela mudança radical do Depeche Mode, tanto em video clipes, como capas e fotos promocionais da banda !
Anton Johannes Gerrit Corbijn van Willenswaard (Strijen, 20 de maio de 1955) é um fotógrafo e cineasta holandês.


Ele é mais conhecido por ter dirigido videoclipes, como "Electrical Storm", do U2 em 2002, "Personal Jesus", "Strangelove" e "Enjoy the Silence" entre tantos outros do Depeche Mode a partir de 1986, "Headhunter" (1988) e "Tragedy for You" (1991) do Front 242 em 2002 e "Heart-Shaped Box" do Nirvana em 1993 - além de "Salvation" de Roxette e "Talk" e também uma versão do clipe "Viva la Vida" em homenagem a Enjoy The Silence.
No cinema, Corbijn dirigiu o filme Control, de 2007, sobre Ian Curtis, o vocalista da banda britânica de rock Joy Division, além de The American em 2010 e O Homem Mais Procurado em 2014.
Corbijn também fez alguns trabalhos como fotógrafo para capas de discos, por exemplo, a foto da capa do álbum Vienna do grupo Ultravox, para o Metallica e as fotos do U2 no encarte do álbum The Joshua Tree, são dele.
A partir do final dos anos 70, o NME (New Musical Express), com sede em Londres, um jornal semanal de música, apresentava seu trabalho regularmente e muitas vezes apresentava uma fotografia sua na primeira página. 
Uma dessas ocasiões foi um retrato de David Bowie nos bastidores em Nova York em sua peça The Elephant Man em nada mais do que uma tanga. 
Nos primeiros anos da The Face, uma revista mensal de estilo de vida/música pós-punk, com sede em Londres, Anton Corbijn era um colaborador regular. 
Ele fez seu nome trabalhando apenas em preto e branco. Em maio de 1989 ele começou a tirar fotos em cores usando filtros: sua primeira tentativa foi feita para Siouxsie Sioux.
Entre 1998 e 2000, em colaboração com a pintora Marlene Dumas, trabalhou em um projeto chamado "Stripping Girls", que teve como tema os clubes de strip e peep shows de Amsterdã; enquanto Corbijn mais tarde exibiu fotografias, Dumas tirou Polaroids que ela usou como fontes para suas pinturas.
Corbijn fotografou capas de álbuns para o U2, trabalhando com o designer de capas Steve Averill e Peter Hammill, Depeche Mode, The Creatures (a segunda banda de Siouxsie Sioux), Nick Cave, Bryan Adams, Metallica, Therapy?, The Rolling Stones, Bon Jovi, The Killers, Simple Minds, R.E.M., The Bee Gees, Saybia e Moke. 


Em entrevista de 2012 em que Martin Gore fala sobre Anton:
"Anton trabalha conosco desde 1986 e fez quase todos os vídeos que filmamos. Antes de Anton, as pessoas só nos consideravam uma banda pop e tê-lo na fotografia e direção de nossos vídeos nos ajudou a remover esse rótulo! 
Isso é o que queríamos, embora seja verdade que Anton é muito rigoroso e sério com o seu trabalho. Ele é uma pessoa com um grande senso de humor, porque nos faz rir muito"




Foto making of "Useless".



Essa foto é dos bastidores da filmagem do "Spirits In The Forest".





Fotos making of "Barrel Of A Gun".



Foto making of "Enjoy The Silence" 


Esta foto é de Anton Corbijn do lado de fora do Pasadena Rose Bowl com Martin Gore em 17 de junho de 1988 no dia da passagem de som para o 101º show da turnê "Music For The Masses" que aconteceu no dia seguinte, 18 de junho de 1988.


Esta foto é Anton Corbijn no Pasadena Rose Bowl em 17 de junho de 1988 no dia da passagem de som para o 101º show da turnê "Music For The Masses" que aconteceu em 18 de junho de 1988.





Fonte : Wikipedia & JeanBong
Citação de texto : Vanessa Bussadori
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

quinta-feira, 16 de maio de 2024

História do Depeche Mode : Little 15 (Single)

Hoje na História do Depeche Mode (16 de maio de 1988):
Data de lançamento do single de Little 15, no Reino Unido.

"Little 15" foi lançado em 16 de maio de 1988 como o quarto single do álbum Music For The Masses (1987).
A canção nunca foi destinada a ser um single; na verdade, é por um triz para o álbum.
Acabou sendo lançado no Reino Unido, Alemanha, Itália, Bélgica, Holanda, Itália, Espanha... e França.
No Reino Unido, ficou na posição #60 na UK Singles Chart.
"Little 15" não foi bem na parada francesa, local onde a gravadora fazia questão de lançá-la em single, que por um curto tempo, tornou-se um single de importação popular. 
Mas finalmente foi lançada como um single em outros países tornando-se um sucesso: na Alemanha Ocidental, onde atingiu #16, na Áustria, onde alcançou #25 e na Suíça, onde entrou no Top 20 em #18.
O mercado dos EUA não lançou originalmente este single. 
Quando as caixas de singles foram lançadas em 1991, este single teve seu primeiro lançamento nos Estados Unidos.
O título da canção, bem como seu status como um lançamento secundário, contribuiu para seu número de catálogo especial "LITTLE15".
Nesse sentido, pode ser visto como um "pequeno" lançamento intermediário entre BONG15 ("Behind The Wheel") e BONG16 ("Everything Counts [Live]").
Não havia nenhum remix da canção no momento do lançamento (as versões 12" e 7" eram iguais); no entanto, existem dois instrumentais B-sides, ambos executados por Alan Wilder.
O primeiro é "Stjärna" (em Sueco 'estrela') (erroneamente : "St Jarna"), escrito por Martin Gore.
No 12" b-side também contém um desempenho de Ludwig van Beethoven, para "Moonlight Sonata #14." de acordo com seu website, Wilder não pretendia usa-la como um b-side, ele a gravou apenas por diversão, mas Gore furtivamente a gravou.
Wilder não executou a canção perfeitamente (seu erro ocorre perto do final da música).
O videoclipe de "Little 15" foi dirigido por Martyn Atkins, que havia feito trabalhos anteriores de design para a banda e foi filmado na torre de Trellick, em Londres. 
Recepção:
Em uma crítica positiva para a AllMusic, Ned Raggett destacou as "orquestrações sutis" da canção e "a performance sutilmente apaixonada de Dave Gahan".







Faith & Devotion !!!
JeanBong13

terça-feira, 14 de maio de 2024

História Do Depeche Mode : Exciter (Album)

Hoje na História do Depeche Mode (14 de maio de 2001) :
Data de lançamento do album Exciter, no Reino Unido.

Exciter é o décimo álbum de estúdio do Depeche Mode, lançado a 14 de Maio de 2001. 
Foi promovido pela turnê Exciter Tour, que é considerada uma das melhores tournés da banda.
Três dos seus singles, "I Feel Loved", "Freelove" (remixada por Flood) e "Dream On" atingiram primeiros lugares na US Hot Dance Club da Billboard.
É o album menos produzido da banda, bem simples mesmo, ficando a cargo do produtor Mark Bell.
Sua mais forte característica é o próprio minimalismo dos arranjos musicais e repetitividade das batidas, o que fez as músicas alcançarem um nível de simplicidade perfeito para as pistas. 
Curiosamente, a música "I Feel Loved" não foi tocada na etapa européia da turnê.
Liricamente, o álbum abrange muitos assuntos diferentes. 
Martin Gore disse que "The Dead of Night" foi inspirado por um clube em Londres onde havia muitas drogas e caos. 
Gore disse à MTV Europe que "I Feel Loved" é sobre quando você "se sente absolutamente como um merda, e você se sente o pior que já sentiu em sua vida. Então, de alguma forma, você pensa: 'o universo deve gostar de mim, por me fazer sentir assim'". 
Musicalmente, Exciter pode ser descrito como um álbum muito atmosférico e eletrônico. 
Gore havia afirmado que ele estava ouvindo música eletrônica mais abstrata até a gravação de Exciter, o que poderia ter influenciado algumas das paisagens sonoras mais experimentais do álbum. 
O grupo também frequentemente citava o produtor Mark Bell como uma grande inspiração na criação de Exciter como Gahan afirma que Mark Bell ajudou a torná-lo um vocalista mais confiante. 
Além das paisagens sonoras eletrônicas, o Depeche Mode também adicionou elementos do blues tradicional, funk retrô, rock progressivo e pop orquestral aos seus arranjos. 
Bell disse à Revista Keyboard que eles trataram os sons acústicos e eletrônicos da faixa "Dream On" da mesma forma. Gore sentiu que muitas músicas do álbum, incluindo "When The Body Speaks" têm um som dos anos 50 ou 60 para eles. "Freelove" foi uma das últimas faixas a serem concluídas no álbum.
Apesar disso, o álbum estreou em 9° lugar na Billboard.
O Brasileiro Airto Moreira, tocou percussão nas faixas : "Freelove" e "I Feel Loved".
Os singles do álbum são "Dream On", "I Feel Loved", "Freelove" e "Goodnight Lovers", essa última considerada com uma das decisões mais injustas da banda para se tornar single. 
Tanto que ela nem foi tocada em toda a Exciter Tour, mas foi lembrada na massiva Touring The Angel.
Em 2006, foi anunciado que o álbum vendeu 3.400.000 cópias.
A planta que aparece na capa é a Agave attenuata, originária do México, uma espécie de agave às vezes conhecida como "cauda de leão", "pescoço de cisne", "agave dragão" ou "rabo de raposa" por seu desenvolvimento de uma haste curva, incomum entre as ágaves.
O nome científico attenuata significa “frágil” ou “fino”.
Podendo atingir até 1,5 metros de altura e de diâmetro, chegando aos 4 a 5 metros de altura, se contarmos a inflorescência esticada.
É uma planta de tronco formado pelas folhas velhas, com interior quase lenhoso e bastante húmido. 
As folhas partem-se facilmente e revelam o carácter suculento da planta.
Junto à base e ao longo do tronco é vulgar aparecerem rebentos que se desprendem ou criam raízes a partir da planta mãe.
Tem tendência a fenecer ou mesmo morrer após ter produzido frutos.















Apesar de muitos fans não gostarem, eu acho um belíssimo disco.
Fonte : Wikipédia & JeanBong13
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

segunda-feira, 13 de maio de 2024

Depeche Mode participa do documentário "Na Cama Com Madonna".

O documentário é dividido entre bastidores e cenas de shows filmados durante a tour "Blond Ambition World Tour".

Estamos falando sobre os bastidores de 12/06/1990 no Nassau Colliseum, Nova Iorque.

Entre as perguntas e respostas do Alan no Shunt: 

"Fomos ver o show dela e depois fomos convidados para os bastidores.

Na verdade, ela praticamente nos ignorou - acho que ela estava brincando com a câmera mais do que qualquer coisa.

Não gosto de festas do showbiz justamente por causa disso, mas um bom show de vez em quando, com um pouco de álcool de graça, nunca dá errado!"

Alan pode ser visto aos 25:44 minutos do documentário:







Durante os bastidores aparece Madonna fazendo piadas com seus convidados, bailarinos até mesmo com o Warren Beatty, seu parceiro no filme Dick Tracy.
Mas, esse tipo de reclamação sobre a Madonna era constante, até Pedro Almodóvar comentou na época da maneira em que ele e Antonio Banderas foram tratados.






Alan aparece na lista do imdb, como pode ser visto aqui :

De acordo com as mesmas perguntas e respostas, Dave Gahan também estava lá, mas não existem fotos.

Um pequeno comentário na edição de 13/06/1990 do jornal de Nova Iorque, The Daily News, comentando sobre essa festa e bastidores do que aconteceu na noite anterior.






Madonna também foi ver o show do DM no Fórum, em 19 de dezembro de 1998. 

(e também não existem fotos).

Faith & Devotion !!!
JeanBong13