terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

História Do Depeche Mode : Stripped (Single)

Hoje na História do Depeche Mode (10 de fevereiro de 1986):
Data de lançamento do single de Stripped, no Reino Unido.







No dia 10 de fevereiro de 1986, foi lançado  Stripped, o 15º single no Reino Unido do álbum Black Celebration, tendo o lado B "But Not Tonight."
Os outros dois B-Sides são "Breathing in Fumes" e "Black Day". 
"Breathing in Fumes" foi uma nova canção usando samplers de "Stripped", mixada pela banda e Thomas Stiehler. 
"Black Day" é uma versão acústica e alternativa de "Black Celebration" cantada por Martin Gore, e é co-escrita por ele, Alan Wilder, e o produtor Daniel Miller – a única canção do Depeche Mode onde Miller recebe um crédito de escrita.
O "Highland Mix" de "Stripped" foi mixado por Mark Ellis (mais conhecido como Flood), que no futuro produziria os discos Violator e Songs of Faith and Devotion do Depeche Mode. 
Algumas edições do CD Black Celebration incluem o remix extendido de "But Not Tonight" juntamente com "Black Day" e "Breathing in Fumes" como faixas bônus.
As letras de Gore, no início, foram mal interpretadas e criticadas: "Stripped não é algo como 'tirar a roupa'", explicou Dave. 
Fletcher também explicou que "A idéia de 'Stripped' é fugir da tecnologia e da civilização por um dia e se voltar à realidade da vida sem elas: "É sobre duas pessoas se despirem de suas próprias emoções."
O vídeo foi o último dirigido por Peter Care, filmado em Berlim perto do Hansa Studios, onde “Black Celebration” foi mixado, também foi mal interpretado: “Somos 'mal vistos' por demolir um carro e desmontar uma TV... isto tudo é simbólico", explicou Fletcher mais uma vez.
A Sire Records na América do Norte decidiu usar o lado B - "But Not Tonight" - na trilha sonora de Modern Girls e incluiu o tema nas edições americanas do Black Celebration, que mais tarde o fez sair como um single para ajudar a promover o filme. (Mas não teve o mesmo êxito de "Stripped".)
O clip de "But Not Tonight" foi dirigido por Tamra Davis.
"'But Not Tonight' foi uma música  descartável que fizemos em um dia", confessou Martin, durante uma entrevista à Vox em 1993.
Wilder on Shunt: "O mercado dos EUA é muito diferente do mercado europeu e do resto do mundo. Sempre que lançamos um material novo, eles querem fazer as coisas 'do jeito deles' para 'se adequar ao mercado'.
Tanto que as versões de 7" e 12" no single "But Not Tonight" dos EUA são versões diferentes das usadas nos singles do Reino Unido – elas foram remixadas por Robert Margouleff. 
Essa versão remixada do 12" americano  apareceu mais tarde no raro quarto disco, disponível apenas no formato digital, da compilação remix do Depeche Mode, Remixes 81-04, como o "Margouleff Dance Mix".

Fontes: Depechemode.com, “Stripped”, by Jonathan Miller, Shunt, official press release.
Texto : Verônica Bussadori & JeanBong13.
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

Nenhum comentário:

Postar um comentário