quarta-feira, 14 de abril de 2021

História Do Depeche Mode : A Question Of Lust (Single)

Hoje na História do Depeche Mode (14 de abril de 1986):
Data de lançamento do single de A Question Of Lust, no Reino Unido.
É o segundo single do Depeche Mode com Martin Gore nos vocais, depois de Somebody, e o primeiro a ser lançado por si só.
No entanto, o single 12'' foi lançado como um Double A side com A Question of Time nos EUA, como Somebody.
O single atingiu o número 28 nas paradas britânicas.
Na Alemanha Ocidental, o single se tornou um sucesso no top 10 da tabela de vendas.
O B-Side é um instrumental chamado Christmas Island, nomeado em homenagem à ilha de mesmo nome.
É escrito por Martin Gore e Alan Wilder e foi produzido pelo próprio Depeche Mode.
As faixas ao vivo disponíveis em algumas versões do single são tiradas de um concerto de 1984 em Basel, Suíça.
O videoclipe de A Question of Lust apresenta o retorno do diretor Clive Richardson para seu último vídeo com a banda.
Também se tornou o último videoclipe que a banda filmou antes da chegada do diretor holandês Anton Corbijn, que desde agosto de 1986, tornou-se um colaborador regular da banda até a atualidade.
Alan Wilder é citado como dizendo que quando Flood finalmente entregou seu remix de 'A Question Of Lust', a banda ficou surpresa ao ouvir que metade dos sons tinham sido omitidos.
Eles estavam compreensivelmente irritados, porém, foi explicado que a Mute Records não tinha realmente enviado a ele ambas as fitas multifaixas, para a produção do remix.




















Gary e Nikki são os nomes das duas pessoas que aparecem na capa de A Question of Lust
Peter Ashworth, um fotógrafo que trabalhou para a arte do álbum, recrutou dois transeuntes que estavam em sua vizinhança e assim ele conseguiu terminar a capa rapidamente, como era contra o tempo.
Fonte: Livro STRIPPED - Jonathan Miller
Citação do texto : Verônica Bussadori

Um dos grandes singles do Depeche Mode ! Curto demais essa faixa !!!
Faith & Devotion !!!
JeanBong13

Nenhum comentário:

Postar um comentário