segunda-feira, 27 de setembro de 2021

História Do Depeche Mode : A Broken Frame (Album)

Hoje na História do Depeche Mode (27 de setembro de 1982):
Data de lançamento do album A Broken Frame, no Reino Unido.











Considerada umas das fotos de capas mais bonitas de todos os tempos, pela revista Life (em 1990).


Apesar de ser uma fotografia, a arte da capa pretende se assemelhar a uma pintura. 
Ela retrata uma mulher cortando grãos em um campo de East Anglian, perto de Duxford, em Cambridgeshire. 
Foi tirada por Brian Griffin (que já havia produzido a capa do Speak & Spell e fotografado a banda para imprensa) usando uma mistura de iluminação natural e artificial. 
Griffin citou como inspirações o realismo socialista da Rússia Soviética, especialmente a obra de Kazimir Malevich, e o Romantismo alemão. 
Griffin exibiu em seu site uma galeria de imagens alternativas da mesma foto.








O título do album, tradução:  "Uma Moldura Quebrada", é uma referência a saída de Vince Clarke que saiu prá fundar o Yazoo, com Alison Moyet eque futuramente fundaria o Erasure. 
Alan Wilder fez parte de uma segunda turnê da banda no Reino Unido antes do lançamento de A Broken Frame, mas ainda não havia entrado oficialmente na banda e não aparece no álbum. 

É um album de transição e o primeiro onde o Martin Gore é o compositor principal.
Embora "ambicioso e ousado", mostra que podemos esperar muito mais do quarteto, acrescentando "as vezes ele atinge pontos altos muito superior ao seu primeiro álbum."
Um album para reflexões mais melancólicas sobre o amor que deu errado. "Arranjos mais complexos e sons sobrepostos, como o brilho do vidro quebrado em "Leave in Silence", ajudam a dar a este álbum subestimado ainda mais uma vantagem intrigante e inesperada."

O single "See You" e a faixa "A Photograph of You" foram feitas quando Martin tinha 16 anos, o que demonstra a vocação para a composição do ainda rapaz Martin Gore.

Os singles desse álbum são "See You", "Leave In Silence" e "The Meaning of Love".
Esse é reconhecido como o pior álbum do Depeche Mode, reconhecido por fãs, envolvidos e banda; de acordo com estimativas atuais, vendeu mais de 2.600.000 cópias no mundo.

Dave Gahan canta os vocais em todas as músicas, exceto " Should't Have Done That" que é um dueto com Gore. "Nothing to Fear" e "Further Excerpts From: My Secret Garden" são instrumentais.

Em 2006, foi editada uma versão de colecionador CD + DVD.
 
O disco um é um SACD/CD híbrido com uma camada SACD multicanal. 
A listagem de faixas é idêntica à versão britânica de 1982, exceto "Satellite" que tem 4:43 de comprimento e contém uma pequena edição, ou erro, no início da faixa.
O disco dois é um DVD que inclui o album em DTS 5.1, Dolby Digital 5.1 e material de bônus PCM Stereo.

Material adicional :
"Depeche Mode 1982 (The Beginning of Their So-Called Dark Phase)" é um vídeo/documentário de 27 minutos)

Bonus tracks (in DTS 5.1, Dolby Digital 5.1, PCM Stereo)
No.TitleLength

11."My Secret Garden" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)7:28
12."See You" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)4:11
13."Satellite" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)4:28
14."Nothing to Fear" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)4:28
15."The Meaning of Love" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)3:14
16."A Photograph of You" (Live at the Hammersmith Odeon, 25 October 1982)3:21

Bonus tracks (in PCM Stereo)
No.TitleLength
17."Now, This Is Fun"3:27
18."Oberkorn (It's a Small Town)"4:07
19."Excerpt From: My Secret Garden"3:14






Fonte e Adaptação de texto : Wikipédia, Allmusic, Melody Maker, Smash Hits, Noise!, Enock Neto & JeanBong13
Faith & Devotion !!!
JeanBong13 

Nenhum comentário:

Postar um comentário